Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Cerca de 100 mil pessoas foram às ruas em procissões informais neste domingo


Início do conteúdo da página
Notícias Gerais

Cerca de 100 mil pessoas foram às ruas em procissões informais neste domingo

  • Publicado: Sexta, 16 de Outubro de 2020, 10h05
  • Última atualização em Sexta, 16 de Outubro de 2020, 10h33
imagem sem descrição.

Não houve ocorrências graves de segurança pública e de saúde no sábado e no domingo, dias que concentram manifestações religiosas de massa em Belém.

Mais de 1,6 mil agentes de segurança do Estado, do município de Belém e das Forças Armadas foram mobilizados, ao longo deste final de semana, para acompanhar a movimentação de devotos ao longo do percurso da trasladação e do Círio de Nazaré. Os órgãos de segurança monitoraram essa movimentação, por aproximadamente 24 horas, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) da Segup, que integra a Operação Círio 2020, coordenada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social.

As unidades de Polícia Civil do Comércio e de São Brás foram reforçadas por precaução. De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar, cerca de 100 mil pessoas realizaram procissões não oficiais neste domingo, 11.

No sábado e domingo, devotos caminharam no trajeto da traladação e do Círio. Equipes da Polícia Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Departamento de Trânsito, Defesa Civil Estadual, além de agentes da Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Cruz Vermelha estavam a postos, caso fosse necessário.

Efetivos da Força Aérea Brasileira, Guarda Municipal e Policiais Militares isolaram os locais próximos ao Colégio Gentil Bittencourt, Basílica Santuário e Igreja da Sé.

Enquanto nas principais vias as equipes estavam de prontidão, o comando das instituições envolvidas na operação monitoravam e avaliavam o movimento por meio de 16 câmeras espalhadas por todo o percurso, durante os dois dias. Nenhuma ocorrência grave de saúde ou policial foi registrada.

Em decorrência do grande número de pessoas, algumas outras vias foram interditadas, além das previstas no planejamento inicial, para garantir a segurança dos pedestres. Elas foram liberadas gradativamente, conforme o fluxo de pedestres diminuía.

"DESAFIADOR"

Coordenador da Operação Círio 2020 e respondendo pela Secretaria Adjunta de Operações da Segup, o coronel Alexandre Mascarenhas diz que o Círio no período da pandemia foi um momento muito desafiador.

"A ação foi positiva. Tudo ocorreu conforme o que foi construído em reuniões com todas as agências, desde o mês de agosto. Foi um ano atípico e desafiador, que exigiu muito dos órgãos de todo o sistema e agências pela imprevisibilidade da conduta dos fiéis e promesseiros. Ainda assim, tivemos um Círio tranquilo. Algumas ações da programação religiosa foram flexibilizadas, mas não comprometeu a segurança do evento.Não tivemos ocorrência de segurança pública e de saúde com gravidade", destacou Mascarenhas.

Texto: Aline Saavedra (Ascom Segup)

registrado em:
Fim do conteúdo da página