Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Equipe da Funtelpa visita instalações do CIOp


Início do conteúdo da página
Notícias Gerais

Equipe da Funtelpa visita instalações do CIOp

  • Publicado: Segunda, 08 de Julho de 2019, 14h17
  • Última atualização em Quarta, 10 de Julho de 2019, 23h08
Foto: ASCOM/CIOP
Foto: ASCOM/CIOP

A capitã da reserva da Polícia Militar, que é integrante da Associação dos Oficiais Militares (PM/BM) da Reserva e Reformados do Estado do Pará (AMIRPA) e atual diretora da TV Cultura e de Comunicação Integrada da Fundação Paraense de Radiofusão (Funtelpa), Vanessa Vasconcelos, e mais o coordenador de Jornalismo da TV Cultura, Kelves Raniery, e a coordenadora do Portal Cultura, Kenny Teixeira, visitaram o Centro Integrado de Operações (Ciop), na manhã desta segunda-feira (8). O objetivo da visita foi conhecer as instalações e sistemas do Centro, compreender o serviço disponibilizado para a população paraense e tratar de parcerias com projetos do Ciop.

Foto: ASCOM/CIOP

A diretora interina do Ciop, tenente-coronel PM Francimar Pinheiro, e equipe de gestão do Centro receberam os visitantes, mostraram o serviço realizado na Sala de Operações, que engloba o atendimento, despacho de viaturas e videomonitoramento de câmeras de segurança pública. "A visita da equipe de gestão da Funtelpa e da nossa colega da AMIRPA é de grande relevância para a família Ciop, pois pudemos explanar sobre o trabalho que desenvolvemos aqui e firmar parcerias em prol da sociedade", salienta a gestora.

SOBRE O CIOP

A missão desse Centro é mediar a comunicação entre o cidadão e os órgãos de segurança pública do Pará (Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Civil, Detran, Susipe e Centro de Perícias Científicas Renato Chaves), possibilitando o registro de ocorrências de urgência e emergência na área de segurança pública, permitindo o despacho oportuno de guarnições com o objetivo de promover um atendimento estratégico na RMB.

O funcionamento interno do CIOp ocorre diariamente por 24 horas, com o serviço de militares estaduais e colaboradores civis, que trabalham em escalas e turnos de seis horas por dia, em ambiente de acesso restrito. Com o passar dos anos, o Ciop foi se aprimorando e passou a realizar também, a partir de 2005, o serviço de monitoramento por câmeras de segurança, em vias públicas, o chamado: videomonitoramento. Assim, o ciclo de funcionamento do Ciop inicia quando o cidadão aciona o Centro através do contato telefônico via 190 ou quando o operador de câmeras eletrônicas registra algum flagrante e/ou atitude suspeita visualizada no videomonitoramento.

Texto: Edenice Pereira - Ascom CIOp.

Fotos: Rayla Fabiola - Ascom CIOp.

registrado em:
Fim do conteúdo da página